Você culpa as estrelas?

 

Sabe aquela pessoa que culpa o destino, as forças ocultas, os invejosos e até mesmo as estrelas por seus próprios fracassos?

Você age assim também? Se sim, por que não experimenta olhar para si mesmo?

Há muitas coisas e fatores que você não pode controlar. No entanto, há duas coisas – que realmente importam – as quais você consegue ter absoluto controle: Sua mente, e sua atitude!

É importante saber que as “forças externas” têm muito pouco a ver com o sucesso!

Aqueles que se programam para o sucesso, o encontram mesmo sob as mais difíceis circunstâncias.

No geral, as soluções para os mais variados problemas que você enfrenta, vêm de uma única fonte: Você mesmo!

Desafiar-se com o objetivo de alcançar algo que você tanto almeja, é como lançar-se numa corredeira dentro de um bote de borracha. Pois nem sempre você terá o controle da situação, mas as forças do corredeira levarão você ao outro lado.

Assim é a força do pensamento: Defina algo e se lance de corpo e alma ao desafio!
Por outro lado, você pode preferir levar uma vida pacata, sem muitas realizações, aceitando para si aquilo que vier – se vier e quando vier.

A vida vale mais à pena quando tem emoção. E é mergulhando nas profundezas do desespero que você poderá encontrar o doce sabor da superação!

Este é o verdadeiro sentido de “fazer valer à pena!”

 

Deixe uma resposta