Aprenda a controlar os próprios impulsos

seeing-red

Diz o antigo aforismo: “As pessoas fazem conosco aquilo que permitimos que elas nos façam!”
Todos nós passamos por aqueles momentos em que cedemos às provocações de alguém, reagindo com algum impulso emocional, especialmente a raiva.
Muitas vezes lamentamos ter dado aquela resposta ou reagido mal em alguma circunstância. Então juramos nunca mais reagir daquela maneira. Tempos depois, caímos na mesma armadilha … e novamente prometemos.
Na próxima vez que sentir a raiva crescer, lembre-se que ninguém tem o poder de irritá-lo sem que você dê o consentimento. Na verdade, para haver uma polarização, você precisa participar ativamente. Ou seja, aceitar ser provocado.
No momento em que você aprende a gerir as próprias emoções, estará predestinado a se tornar um líder.
Este perfil tende naturalmente a ser escolhido para gerir outras pessoas, justamente por ser capaz de gerir a si mesmo.

“Semeia um pensamento, colhe um ato. Semeia um ato, colhe um hábito. Semeia um hábito, colhe um caráter. Semeia um caráter, colhe um destino.”

Deixe uma resposta